Direcionar

Procurando algo?

9 de jan de 2009

O Windows 64 bits está virando um padrão (CES 2009)

Uma das novidades da CES não está necessariamente nas máquinas em si, mas no SO utilizado: tanto para HP como para a Sony, e alguns outros, o Windows Vista 64 bits começou a ser oferecido como padrão e isso é uma grande novidade.

O principal motivo desta passagem ? O preço da memória RAM. Atualmente é possível instalar 4GB por menos de 50 €, o que é muito pouco para o padrão europeu, e o Windows Vista, na sua versão 32 bits, limita a memória utilizável a 3,12 GB (devido a questão de endereçamento dos periféricos). Mesmo se depois do SP1 o SO tenha passado a apresentar suporte para 4GB apesar da limitação, a perda é significativa, o que explica a passagem para a versão de 64 bits, que não possui este tipo de problema. Além disso, uma vez que os Core i7 necessitam de três módulos idênticos para tirar pleno partido da sua potência, as máquinas equipadas com mais de 4GB de memória estão se popularizando cada vez mais.

Na prática, a passagem para um SO de 64 bits realmente não constitui nenhum problema, pelo menos com o hardware recente: cerca de dois anos depois do lançamento do Windows Vista, nós agora já encontramos drivers para a maioria dos periféricos e a compatibilidade do software é excelente.

Via Presense

Nenhum comentário:

Postar um comentário